Como projetar, implementar e gerir sua rede WiFi de maneira eficaz com a Vagalume

Não é nenhuma novidade que a conexão WiFi veio para ficar, pelo menos até uma nova modalidade de acesso à Internet ser desenvolvida. Pensar na estrutura até então usada, cheia de cabos, servidores e extensões, parece coisa do passado, visto que passamos desde então a nos locomover com nossos dispositivos e ampliamos cada vez mais a mobilidade.

O desenvolvimento e avanço rápido da tecnologia exige um acompanhamento por parte da conectividade, e para que seu negócio possa se dedicar a questões realmente importantes, a equipe Vagalume se encarrega de preparar a infraestrutura da sua rede. No post de hoje, trazemos algumas informações de como desenvolvemos nosso trabalho para proporcionar a melhor conexão WiFi para a sua empresa. Confira!

Como montamos a infraestrutura da rede WiFi?

Aqui, todos os nossos projetos são personalizados. Dessa forma, avaliamos a necessidade de cada empresa para encontrar a melhor solução. Para isso, nossos especialistas analisam todos os elementos, como a área de cobertura, o número de usuários, a largura de banda, a finalidade do uso da rede, a quantidade de pontos de acesso, entre outras variáveis, assim como os objetivos de cobertura e capacidade. Afinal, cada estrutura deve ser implementada com base no espaço e na demanda dos usuários.

Depois dessa análise, é considerada a estrutura física do espaço sendo calculados os pontos de acesso, escolhendo os equipamentos mais adequados para cada instalação. Há modelos de hardware com maior capacidade de alcance, de usuários conectados em simultâneo, com antenas variadas, controle de sinal e autenticação de usuários, enfim, há uma infinidade de opções que podem ser utilizadas nos mais diversos espaços e contextos, devendo ser posicionados de maneira estratégica.

A partir disso, será desenhada uma solução com base em softwares que levam em consideração a difusão do sinal, a capacidade de cada equipamento e as interferências que o sinal WiFi sofrerá no espaço (como paredes, armários, elevadores e demais objetos que possam prejudicar a transmissão). 

Finalmente, é realizada a configuração e implementação da rede, após um minucioso planejamento e documentação das etapas. Após a instalação, os equipamentos são testados e a conexão validada, verificando se o projeto desenvolvido corresponde às expectativas da empresa contratante. Além disso, são implementadas medidas de proteção da rede, mantendo-a restrita ao uso autorizado, se for o caso. Isso é altamente recomendado em redes empresariais, a fim de garantir a segurança dos dados que nelas transitam. Elementos de criptografia também são uma medida de segurança interessante para configurar a defesa dos pontos de acesso.

Para realizar o mapeamento do sinal, é possível utilizar os próprios dispositivos que usam o sinal de WiFi, como celulares, tablets e notebooks, assim como podem ser utilizados softwares e hardwares específicos para essa finalidade. Estes últimos, por serem desenvolvidos para esse propósito, têm uma maior capacidade em detectar o sinal e também suas interferências. Caso seja necessário, realizam-se ajustes de posicionamento das antenas e dos aparelhos.

Que pontos devem ser considerados na gestão da rede WiFi?

Para monitorar o desempenho da conexão, alguns pontos devem ser considerados, como, por exemplo: 

  • Suporte aos equipamentos e softwares: a empresa responsável pela conexão se encarrega de realizar manutenções periódicas, implementando atualizações, alterando configurações e verificando o estado dos aparelhos. Essas medidas são fundamentais para o bom funcionamento da rede; por isso, certifique-se de que este acompanhamento faz parte do serviço contratado.
  • Suporte a usuários e dispositivos: o atendimento aos usuários finais da rede e a solução de problemas de conectividade em aparelhos específicos fazem parte de um bom serviço de gestão, visto que reclamações e falhas na conexão são comuns e, embora relativamente fáceis de serem resolvidas, o suporte técnico se faz imprescindível.
  • Monitoramento do ambiente: a fim de garantir a estabilidade da rede e minimizar a ocorrência de reclamações, acompanhar seu desempenho por meio de verificações de elementos que possam atrapalhar o fluxo do sinal é uma medida proativa importante. Dessa forma, considera-se o dia-a-dia do ambiente, o número de usuários conectados, a velocidade da navegação, a porcentagem de uso dos canais, o nível de sinal, ruídos e interferências, entre outros elementos. Com isso, torna-se possível antecipar-se aos problemas, realizando os ajustes necessários para uma melhor usabilidade. 

Quais os principais desafios na implementação e gestão da rede WiFi?

  • Interferência: as frequências da conexão da internet podem se misturar com as de rádio, de fornos microondas, etc. Dado o grande número de tecnologias que utilizam essa forma de transmissão, a interferência se tornou um dos principais problemas de lentidão das redes WiFi. Essa questão é mais frequente em áreas urbanas, devido à maior concentração de dispositivos por metro quadrado, como monitores infantis, telefones sem fio, controles remotos, aparelhos auditivos, etc.
  • Cobertura: pode ser afetada por variáveis como o posicionamento do roteador, a interferência de outros dispositivos, a disposição dos elementos no espaço – como paredes e móveis – e até mesmo as estruturas da construção.
  • Capacidade: referente ao número máximo de dispositivos que podem se conectar a uma rede, os problemas de capacidade podem ser resolvidos simplesmente aumentando o número de pontos de acesso em áreas de maior demanda por conexão.
  • Segurança: após a implementação da infraestrutura e a solução dos problemas acima, a principal questão acaba sendo a da proteção da rede e dos usuários. Com a grande quantidade de dados sensíveis trocados, é fundamental contar com medidas que protejam as informações que transitam pela rede, evitando vazamentos e situações prejudiciais. Por isso, estar atento às novidades em cibersegurança e manter os dispositivos e as normas de uso atualizadas são parte fundamental de um serviço de internet de qualidade. 

Possuir uma rede WiFi não é mais um diferencial, e sim um elemento essencial para o sucesso da sua empresa. A principal questão é escolher um fornecedor de confiança e que te acompanhe, proporcionando a melhor experiência e transmitindo segurança e autoridade quando o assunto é conexão de rede sem fio. 

Ficou com alguma dúvida sobre como a Vagalume WiFi opera e oferece as melhores soluções para empresas que querem garantir uma conexão WiFi de qualidade? Entre em contato com nossa equipe e descubra o que podemos fazer por você e seu negócio!

vagalume banners rocketPrancheta 2
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Posts Relacionados