Tecnologia WiFi: saiba como ela é primordial e benéfica para as empresas

O que é tecnologia WiFi? Bom, é raro encontrar alguém que não conheça ou nunca tenha usado uma rede WiFi, mas se você caiu de paraquedas nesse post, a gente te explica: essa tecnologia, criada no final dos anos 90, utiliza sinais de rádio para proporcionar uma conexão de rede sem fio (do inglês wireless).

Há diferentes padrões, sendo o mais recente o WiFi 6E. Ele conta com uma frequência de 6GHz, o que oferece uma conexão mais rápida e estável, especialmente para streaming de conteúdos.

Ainda mais raro é encontrar um local que não conte com uma rede de transmissão sem fio: cada vez mais as empresas investem nessa facilidade para ampliar o conforto de seus funcionários e clientes.

No post de hoje, contaremos um pouco do funcionamento dessa tecnologia, qual a importância de utilizá-la em seu negócio e como fazer as melhores escolhas para a conectividade da sua empresa.

Por que usar a conexão WiFi?

A resposta é bem simples: além de facilitar a acessibilidade, visto que até alguns anos atrás, para conectar-se à internet, era necessário o uso de um cabo conectado diretamente ao dispositivo em questão, a tecnologia WiFi amplia o alcance da rede, possibilitando que mais pessoas e aparelhos se conectem, e torna essa troca de dados dentro de uma determinada área muito mais rápida. 

O modelo desenvolvido em 1997 foi sendo aperfeiçoado desde então, ampliando sua velocidade e seus recursos. Foi necessário, ao longo do tempo, desenvolver, também, formas de proteger e tornar essas redes mais eficientes, minimizando a interferência de obstáculos – pois, assim como qualquer onda, sua propagação é atrapalhada ou bloqueada por obstáculos físicos dentro de um espaço. 

As novas atualizações buscam resolver problemas de congestionamento, ampliando o alcance e o número de dispositivos que podem ser conectados dentro de um mesmo canal, aumentando também a velocidade da transmissão de dados, tornando as redes mais estáveis.

A implementação de uma conexão WiFi é aconselhada para empresas que buscam ampliar a conectividade e a praticidade:

  • Ao aumentar a produtividade de seus funcionários, facilitando o trabalho através da otimização de tarefas, que podem então ser realizadas a partir de dispositivos móveis ou até mesmo de forma remota, trazendo maior comodidade e flexibilidade;
  • reduzir gastos quando comparado a outras formas de conectividade, já que não é necessário instalar fios e estruturas como feito antigamente; 
  • proporcionar a escalabilidade, pois seus pontos de acesso podem ser aumentados conforme a demanda do espaço e da conectividade;
  • oferecer um atrativo para seus consumidores, que podem ampliar o tempo de permanência e o consumo em seu estabelecimento, ou podem acabar escolhendo o seu negócio em relação aos concorrentes. 

O que considerar ao instalar a tecnologia WiFi em minha empresa? 

Diferente de uma rede WiFi comum, utilizada nas residências, a instalação de uma conexão sem fio em empresas requer um pouco mais de planejamento, visto que o espaço é muito maior e o número de aparelhos a serem conectados também.

É fundamental adotar as configurações apropriadas para cada negócio, fazendo com que a rede opere de forma adequada, e sirva de apoio para a conquista de objetivos da empresa. A seguir, listamos alguns pontos a serem analisados antes de implementar a conexão WiFi em sua empresa: 

  • Custo-benefício: querendo ou não, a rede WiFi fará parte da sua estrutura empresarial, por isso será, de certa forma, um investimento. Apesar de oferecer um custo mais baixo do que outras formas de conexão, considerando todo seu alcance e performance, é praticamente garantido o seu retorno financeiro, além de que dificilmente será necessário realizar adaptações no seu espaço físico. Lembre-se de que sua implementação trará benefícios generalizados, servindo como instrumento de trabalho, mas também de lazer;  
  • Capacidade da rede sem fio: antes de trazer esse modelo de conectividade para a sua empresa, é necessário determinar a capacidade que ele deverá atender, considerando a quantidade de usuários, o tipo de dispositivo usado para acessar a rede, qual tipo de uso (apenas para a internet ou também uma rede interna de servidores?), se haverá uma rede paralela para os visitantes, etc. Além disso, deve-se pensar se haverá uma grande concentração de usuários em um só lugar, centralizando a conexão, ou se ela deve ampliar sua área de cobertura, espalhando-se;
  • Continuidade de processos: com boa estabilidade perante a demanda dos usuários, a utilização de uma rede de WiFi corporativa minimiza a incidência de interferências externas, apresentando uma conexão mais forte e que pouco perde em qualidade, mesmo com barreiras físicas. Além de facilitar o desempenho do trabalho, também é possível rastrear usuários e controlar o tráfego, acompanhando sua utilização e monitorando a execução de tarefas ou acessos, dando suporte às atividades empresariais. 
  • Controle de acessos: justamente por poder acompanhar atividades e interagir com outros sistemas, é possível reforçar a segurança das operações realizadas pela empresa, impedindo a conexão de pessoas não autorizadas, bloqueando o acesso a determinadas páginas, rastreando solicitações externas, etc. Se contar com uma boa equipe de suporte, responsável por organizar e estruturar esse sistema, o acesso exclusivo de pessoas autorizadas pode ser implementado com facilidade. 
  • Possibilidade de ampliação: caso a empresa planeje ou continue a crescer, é muito mais fácil aumentar a capacidade de rede para atender às novas demandas. Possivelmente, será necessário aumentar o número de pontos de acesso à rede ou repetidores, ampliando a infraestrutura, mas com um custo bem inferior às demais alternativas de conexão.
  • Diferencial em relação aos concorrentes: se você lida diretamente com seus clientes ou os recebe em seu espaço físico, oferecer uma conexão sem fio faz toda a diferença na experiência do usuário. Ele percebe essa facilidade como um atrativo que, muitas vezes, não encontra nas empresas concorrentes, podendo fazer com que, dentre outros fatores a serem considerados em sua escolha, ele opte pelo seu negócio. 

É importante lembrar que a instalação da rede WiFi deve ser feita por profissionais que possuam conhecimento em políticas de segurança, configurações de rede e entendam sobre a funcionalidade dos equipamentos a serem utilizados, garantindo a melhor alternativa e experiência para o seu negócio. É interessante, também, que a equipe de Tecnologia da Informação da empresa conheça os trâmites internos e as projeções de crescimento, fazendo as melhores escolhas na implementação das redes. 

Dessa forma, os fornecedores da conexão WiFi devem avaliar as necessidades da empresa, realizar testes para verificar a existência de problemas e falhas na conexão, mensurar as estruturas de comunicação e oferecer um diagnóstico das melhores alternativas para o seu espaço, planejando a instalação e buscando a otimização da rede. 

Se você quer proporcionar condições para que sua empresa opere de forma plena e ter a garantia de lidar com fornecedores e profissionais de qualidade e com profundo conhecimento dessas questões, fazendo o dimensionamento correto da rede e oferecendo suporte contínuo para todas as dúvidas e questões, entre em contato com a equipe do Vagalume e solicite seu orçamento!

Caso tenha gostado da leitura, confira outros conteúdos no nosso blog.

vagalume banners rocketPrancheta 2
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Posts Relacionados